Marketing Digital

O papel das redes sociais na Jornada de Compra dos clientes

Descubra como transformar os seus prospects em leads desenvolvendo uma arquitetura de conteúdo multicanal em suas redes sociais

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

PUBLICADO
em 18 SET 2019

ATUALIZADO
em 23 OUT 2019

O marketing de redes sociais e o marketing de conteúdo são duas frentes essenciais da estratégia de marketing digital de qualquer empresa. E, no cenário atual, integrá-las é o grande pulo do gato para ajudar os seus potenciais clientes a terem uma jornada de compra rápida e completa, porque as redes sociais, se bem trabalhadas, podem envolvê-los em uma rede de conteúdo em que o único assunto será a sua marca, produto ou serviço.

As pessoas já não usam as redes sociais somente para interagir com amigos e familiares ou para receber atualizações sobre temas que as interessam. Hoje em dia, as redes sociais já são responsáveis por 31% de todo o tráfego redirecionado na internet. Ou seja: praticamente um terço da informação da internet é conteúdo compartilhado pelos usuários em redes sociais. E o crescimento do uso delas para consumir conteúdos – para o bem e para o mal (as fake news estão aí e, infelizmente, vieram para ficar) – ou para procurar produtos é cada vez maior. De acordo com uma pesquisa da Marketing Sherpa, 92% dos adultos entre 18 e 34 anos já seguem páginas de empresas em redes sociais. As marcas que se posicionarem para aproveitar este padrão de comportamento vão conquistar um território que, até recentemente, era pouco explorado.

As redes sociais deram, para todas as empresas, de qualquer porte, a oportunidade de falar diretamente com um número enorme de usuários e, embora 90% dos pequenos negócios do mundo já tenham páginas no Facebook, muitos deles ainda têm dificuldades para fazer os usuários clicarem nos links que os levarão para os seus sites corporativos. Grandes marcas não sofrem com isso, porque já têm um recall entre os usuários e conseguem convertê-los em leads praticamente sem discurso, simplesmente postando os links que querem que sejam clicados. Mas este não é o caso de marcas de pequeno e médio portes. Estas precisam usar as redes sociais de maneira integrada – baseando-se em um planejamento estratégico minucioso e seriado – para atingir o mesmo objetivo.

Essas marcas precisam, com frequência e periodicidade regulares, publicar conteúdo exclusivo e interessante que gere buzz entre os seus seguidores, educando-os sobre um determinado assunto e transformando a marca em uma autoridade sobre o tema, de modo que os seguidores sempre voltem para conseguir informações confiáveis (olha as fake news aqui de novo). Mas não só isso, os ganhos para empresas são sentidos em diversas frentes:

  • Visibilidade on-line
  • Tráfego para o site corporativo
  • Divulgação da marca
  • Interação com o público
  • Engajamento da audiência
  • Aumento no tráfego do blog ou site
  • Aumento no número de vendas e clientes

Para conquistar cada um desses objetivos, os conteúdos devem ser trabalhados de diferentes maneiras nas diferentes plataformas de mídias sociais, levando em conta em que momento cada potencial cliente se encontra na sua jornada de compra. Por isso, dominar a fórmula “conteúdo ideal + no formato ideal + para determinado canal de rede social + no momento certo da jornada do cliente” é fundamental para que essa integração entre conteúdo e redes sociais seja eficiente. E o equilíbrio correto desta equação não é algo que possa ser ignorado, porque ele só é obtido com o entendimento do fluxo de dados que os potenciais clientes vão nos entregando pelo caminho. Esses dados é que vão nos permitir planejar as ações que tomaremos no curto prazo e vão ser a base firme que influenciará todas as nossas decisões subsequentes. É, basicamente, o coração desse negócio.

No final

Isso quer dizer que um post de Facebook, por exemplo, precisa ter uma relação complementar ou paralela a um post de Instagram, a um tweet, ou a um vídeo disponível no YouTube. É necessário que os conteúdos sejam produzidos de modo a tirar o máximo do que cada uma das redes sociais têm a oferecer, amarrados em uma visão editorial e todos com o mesmo objetivo imediato (tático) ou de longo prazo (estratégico). Cada um deve cumprir o papel de ser um degrau para o usuário dar mais um passo na direção da conversão. E ao longo de toda essa caminhada do cliente (a nossa amiga Jornada de Compra), a marca deve estar próxima e presente de maneira interativa, criando relacionamento e fomentando o engajamento.

A marca precisa participar das discussões e interagir com os seguidores, porque, cada vez mais, as vendas vão nascer a partir do relacionamento entre marca e usuário. Esta atitude proativa ajudará a aumentar o engajamento e a impulsionar significativamente os seguidores e compartilhamentos da página. De acordo com um levantamento do Ambassador, cerca de 71% das pessoas que tiveram uma boa experiência nas redes sociais de uma marca costumam recomendá-la para outras pessoas, o que significa um crescimento orgânico gerado simplesmente, pelo boca a boca. Mas, como você pode ver, isso não cai do céu.

O trabalho editorial realizado no conteúdo de uma marca precisa levar em conta também as particularidades de cada rede social. Post no Instagram com pelo menos uma hashtag têm 12,6% mais engajamento do que os que não têm hashtag nenhuma. Os dispositivos em que os conteúdos serão consumidos também é ponto fundamental: 80% dos usuários de Twitter acessam a rede social via mobile. Com isso, a construção de um conteúdo publicado naquela rede social deve levar em conta fatores como facilidade de leitura e tempo necessário para capturar a atenção do usuário. Integrar seus conteúdos e suas redes sociais é trabalho pesado e contínuo, mas pode acreditar: não há estratégia mais eficiente para se conquistar seguidores e leads.

Conclusão

Chegar aos seus potenciais clientes por meio das redes sociais e oferecendo conteúdo valioso vai aumentar significativamente o alcance da sua marca e as suas conversões.

Siga as dicas mencionadas acima e integre as mídias sociais à sua estratégia de conteúdo. Você certamente observará que a jornada de compra dos seus clientes ficará mais fluida e haverá um acréscimo no número de conversões proporcionalmente aos esforços que você fizer. Comece já e conte com a Novacia para ajudar nesta caminhada.